A “vergoinha” da boleirada de realizarem o trabalho de coordenação motora é tão grande que na cabeça deles é melhor escolher ser um bola murcha da partida do que simplesmente fazer 2 exercícios antes do seu treino ou jogos.

Depois não adianta torcer para escutar o Milton Leite narrar na hora da furada: “- QUE BELEEEEEZAAA!”

Já escutou aquela máxima, treino é jogo e jogo é treino? Se não escutou a frase já faz sentido por si só, pois praticamente tudo que você faz no seu treinamento vai servir para o seu jogo, principalmente se tratando de coordenação motora.

Esses exercícios desenvolvem aspectos cognitivos, que irão te favorecer no momento que você estiver jogando sem você pensar muito, sem você se esforçar demais, onde que o movimento sairá de forma natural no momento que você precisar mais dele é a mesma situação que você comprar 1 ferramenta.

Vamos imaginar que na sua casa a porta está precisando de alguns reparos e você precisa saber o que nela deve ser feito para consertá-la. Percebe que é um parafuso solto, porém você só tem o martelo, o que fazer? Dar uma boas marteladas no parafuso para acabar de estourar a porta ou comprar uma ferramenta que seja adequada para o problema que ali se encontra?

É a mesma coisa com a coordenação motora, você sabendo desenvolvê-la vai adquirir ferramentas que na hora H, saberá se sobressair rapidamente com uma solução brevemente pensada, de forma prática, fácil e rápida…Só esperando aquela: – como é que ele fez isso…?

Bora melhorar e adquirir essas e outras ferramentas para se sobressair no seu jogo?