Você já ouviu aquela máxima que os atletas mais bem pagos do mundo são os mais rápidos e velozes? Pois é, sem a pliometria eles não seriam nada.

A pliometria são exercícios voltados a unir força e velocidade durante os movimentos que são produzidos durante o jogo. Ela tem habilidade de aplicar força e velocidade na direção correta dentro do menor espaço de tempo, reagindo pelo seu armazenamento de energia elástica, transferido para as articulações minimizando perdas energéticas.

Sabe aqueles jogadores que recebe um passe na lateral em profundidade, com tempo de chegar na bola, e ele faz o maior esforço para chegar (parece até que tem sabão de baixo do pé de tantos movimentos que faz), mas não chega nela?

Pois é eu era assim! Tinha velocidade, mas minha arrancada era péssima, me enroscava nesse momento e o que me ajudou a melhorar isso foi treinando pliometria.

Estudos feitos com jogadores de categoria de base da Noruega, diagnosticaram que tiveram uma melhora no condicionamento físico e performance do futebol de 10 – 15% a mais do que a temporada anterior, inserindo a pliometria em seus treinamentos.

Além disso, a pliometria tem como base a prevenção de lesões, já que elas ocorrem primeiramente durante o estiramento em músculo/ligamento durante tarefas de aterrissagem e desaceleração.

Ou seja, treinando pliometria você consegue ficar mais veloz e diminuir a probabilidade de ter aquelas lesões inesperadas durante o jogo.