Parece fácil jogar FUTEBOL, mas correr de um lado para outro, realizando chutes, passes, saltando para cabeceios, tendo contatos com “adversários”, se desmarcando para finalizações de gols, enfim, várias dessas e outras ações que são propostas na dinâmica do jogo, muitos não imaginamos o esforço que nosso corpo faz para termos condições de suportar toda demanda que o esporte te exige.

A importância de se prepararem fisicamente para jogos de finais de semana, campeonatos amadores e até mesmo jogos profissionais é muito relevante para o desempenho e saúde do atleta, seja ele amador ou profissional, e pelo futebol ser uma modalidades com mais desgastes físicos dentre os outros esportes, já que, na prática, eles são de tempos curtos de recuperação, com características intermitentes, se tornam de grandes espaços a ser percorrida dentro do jogo.

Pelas exigências físicas que predominam, é de extrema importância esses jogadores terem condições de jogo para que não tenham nenhum tipo de lesão e até mesmo o beneficiem para apresentarem um ótimo futebol. Jogadores amadores, aqueles de finais de semana e até mesmo aqueles que participam de campeonatos amadores, tem uma rotina desfavorável de treinamento devido a alguns fatos que são:

  1. Não saberem organizar ou até mesmo treinar para que seus desempenhos físicos estejam ótimos para os jogos que irão disputar;
  2. Pela rotina de trabalho existente, falta de organização e planejamento para se  prepararem, treinando de qualquer forma;
  3. Por alguma lesão já existente que possa limitar os treinamentos;
  4. SINDROME DO JOGADOR CONSAGRADO – que acha que não precisa treinar, já sabe tudo que vai acontecer no jogo, por isso só utiliza “atalhos” como uma única forma de se sobressair, que nem sempre dá certo!

Hoje, por existirem milhares de informações sobre treinamento no futebol, fica muito difícil saber o que trabalhar para se prepararem ou para praticar o futebol de forma saudável e prazerosa. Para jogadores profissionais, essa e uma exigência de seus clubes, pois sabem que precisam exercer uma ótima performance dentro dos jogos que irão disputar; sem contar com a estrutura (preparador físico para organização dos treinamentos, materiais, etc.), mas hoje em dia isso não e mais desculpa para não se preparem de forma eficiente para que conquistem resultados para estarem em condições ótimas para jogo. Você precisa de um Norte, de uma direção, saber quais exercícios deve trabalhar, que tipos de treinamentos devem executar, um plano de treino específico a ser trabalhado; não adianta nada ficar refém de treinos que não são para você que beltrano ou ciclano disse, tome vergonha na cara e treine como gente grande, pare de ficar se escondendo em “diquinha” de JOGADOR FRUSTRADO ou que não tem nem gabarito para montar um treinamento, vá atrás de quem já fez acontecer e não que vende que vai fazer acontecer…